Consepre une tribunais com troca de experiências para melhoria da gestão e dos serviços aos jurisdicionados, ressaltam desembargadores do TJTO

Rondinelli Ribeiro Desembargadores participam do Conselho de Presidentes dos Tribunais de Justiça do Brasil, Consepre
Consepre une tribunais com troca de experiências para melhoria da gestão e dos serviços aos jurisdicionados

A união em defesa das prerrogativas e autonomia dos tribunais, a troca de experiências e boas práticas para melhoria da gestão e dos serviços prestados aos jurisdicionados são fatores que fazem do Conselho de Presidentes dos Tribunais de Justiça do Brasil (Consepre) uma iniciativa importante para o aperfeiçoamento do Judiciário nacional.

A opinião é compartilhada pelo vice-presidente do Tribunal de Justiça do Estado do Tocantins (TJTO), desembargador Pedro Nelson de Miranda Coutinho, e pela corregedora-geral da Justiça do Estado, desembargadora Etelvina Maria Sampaio Felipe. Eles participaram da diplomação e da cerimônia de posse da nova comissão administrativa do colegiado na noite desta quinta-feira (19/1), em Foz do Iguaçu (PR).

"O Consepre tem uma grande importância na troca de experiências e boas práticas entre os tribunais de Justiça para a adoção de políticas públicas em prol da sociedade e para melhorar a celeridade e efetividade da jurisdição", afirmou Pedro Nelson de Miranda Coutinho, que compôs a mesa de honra, representando o presidente do TJTO, desembargador João Rigo Guimarães. "Os encontros têm se mostrado importantes para estas discussões e trocas de experiências que visam melhorar a prestação jurisdicional e levar os tribunais de justiça a alcançar a justiça social", complementou.

A desembargadora Etelvina Maria Sampaio Felipe, presidente eleita do TJTO para o biênio 2023/2025, integrou a bancada dos próximos gestores dos TJs. "A união de todos os tribunais estaduais, através do Consepre, possibilita a interação e intercâmbio de boas vivências, a aproximação dos tribunais, o diálogo entre gestores, o que nos permite capitanear as práticas com resultados positivos, tanto para a prestação jurisdicional, como em gestão administrativa, além de padronizar tomadas de decisões em relação à autonomia administrativa dos tribunais de Justiça", declarou.

União é a grande força

Em seu pronunciamento, o desembargador José Laurindo de Souza Neto, presidente do TJPR e que deixou a gestão do Consepre nesta noite, corroborou com a tese dos magistrados tocantinenses. Entre outras abordagens que fez, ele citou a união como um dos focos de sua gestão. “A união é a grande força que traz a mudança que nós precisamos. Foi nesta seara que atuamos”, citou. Ele destacou ainda a importância da Justiça Estadual para o cidadão brasileiro. “Ela corresponde a 80% dos processos da Justiça brasileira. É a Justiça da proximidade com o cidadão. É a justiça de gente e também de ente”, complementou, comentando ainda sobre os desafios e o papel dos TJs na solução dos problemas dos jurisdicionados.

Diplomação e posse

O desembargador Carlos Alberto França (TJGO) tomou posse como presidente do Consepre nesta noite. “Seguimos em frente, dando sequência à gestão do presidente José Laurindo, mas não seguirei sozinho. Atuarei em conjunto com os demais magistrados e magistradas. Esta gestão atuou de forma eficaz na defesa das prerrogativas e da autonomia dos tribunais estaduais. E contou com atuação ímpar dos membros de sua diretoria e demais pares”, declarou o magistrado empossado. Ele fez questão de dizer também que está honrado por ter sido escolhido pelos colegas como presidente do Consepre. E garantiu que atuará, “de forma incansável, na defesa dos princípios, prerrogativas, autonomia e independência da Justiça Estadual”.

Os demais membros

Também fazem parte da comissão: Marcos Alaor Diniz Grangeia (TJRO), vice-presidente; Paulo Sérgio Velten Pereira (TJMA), vice-presidente de Relacionamento Institucional; Iris Helena Medeiros Nogueira (TJRS), vice-presidente de Cultura; e José Arthur De Carvalho Pereira Filho (TJMG), vice-presidente de Inovação e Tecnologia.

Simpósio

No encerramento da cerimônia, o desembargador Pedro Nelson de Miranda Coutinho fez questão de apresentar a desembargadora Etelvina Maria Sampaio Felipe a todos como a presidente eleita do TJTO.

A programação do evento segue nesta sexta-feira (20/1), com o simpósio "Novos desafios do Poder Judiciário: A experiência Brasil-Itália". Acompanham os desembargadores tocantinenses no evento o juiz auxiliar da Presidência do TJTO Manuel de Faria Reis Neto, o juiz auxiliar da Corregedoria-Geral da Justiça Roniclay Alves de Morais, a chefe de gabinete da Presidência, Kênia Cristina de Oliveira, e outros membros do Judiciário do Estado.

CONFIRA TAMBÉM: 

Consepre une tribunais com troca de experiências para melhoria da gestão e dos serviços aos jurisdicionados, ressaltam desembargadores do TJTO.

Com presenças de desembargadores do TJTO, novo presidente do Consepre toma posse e prega harmonia e diálogo.

Simpósio do Consepre: Magistrados brasileiros e italianos trocam informações constitucionais, administrativas e penais.

Gestão foi pautada “pela defesa incansável dos princípios, prerrogativas e funções institucionais do Judiciário estadual”, diz desembargador ao deixar presidência do Consepre.

TJTO participa da diplomação e posse da nova Comissão Administrativa do Consepre.


Busca Processual Jurisprudência Diário da Justiça
Nós usamos cookies
Usamos cookies ou tecnologias similares para finalidades técnicas e, com seu consentimento, para outras finalidades, conforme especificado na política de cookies. Negá-los poderá tornar os recursos relacionados indisponíveis.