Portaria conjunta número 14, assinada pelo presidente do Tribunal de Justiça do Estado do Tocantins (TJTO), desembargador João Rigo Guimarães, e pela corregedora-geral da Justiça, Etelvina Maria Sampaio Felipe, cria o Grupo de Trabalho para gestão, implementação, acompanhamento e aperfeiçoamento da Política Nacional Judicial de Atenção às Pessoas em Situação de Rua, no âmbito do Poder Judiciário tocantinense. A iniciativa atende à Resolução CNJ nº 425/2021.

A coordenadora do grupo é a juíza auxiliar da Corregedoria-Geral da Justiça, Rosa Maria Rodrigues Gazire Rossi, titular da Coordenadoria da Cidadania. Compõem ainda o grupo Manoel de Faria Reis Neto, juiz auxiliar da Presidência; Roniclay Alves de Morais, juiz auxiliar da Corregedoria-Geral da Justiça; Wagner José dos Santos, coordenador dos Serviços Notariais e de Registro da Corregedoria-Geral da Justiça; Ana Carina Mendes Souto, assessora de Planejamento e Projetos da Corregedoria-Geral da Justiça; Luciana Pinto de Rezende, assessora jurídica da Corregedora-Geral da Justiça; Luciane Rodrigues do Prado Faria, técnica Judiciária lotada no Cocid - membro do Comcilia; Kézia Reis de Souza, assessoria de Comunicação - Ascom – CGJUS; Leila Maria de Souza Jardim, representante da Comissão Permanente de Acessibilidade e Inclusão (CPAI); Agnes Souza da Rosa, representante da Coordenadoria de Gestão Estratégica, Estatística e Projetos (Coges);  Wordney Carvalho Camaço, representante do Núcleo de Acolhimento e Acompanhamento Psicossocial (Napsi);  e Márcia Mesquita Vieira, representante do Grupo de Gerenciamento de Equipes Multidisciplinares (GGEM).

Confira a portaria aqui.

Texto: Cristiano Machado

Comunicação TJTO