O Poder Judiciário tocantinense manifesta seu profundo pesar pelo falecimento de Aureny Siqueira Campos na noite desta quinta-feira (12/11), em Brasília, aos 96 anos. Ex-primeira dama do Estado do Tocantins, Dona Aureny, como era carinhosamente chamada, destacou-se por suas ações sociais em prol das comunidades carentes de Palmas, então como primeira-dama, razão pela qual muitos bairros da Capital levam seu nome. O sepultamento acontecerá neste sábado (14/11), às 11h30, no Cemitério Campo da Esperança, em Brasília.

Neste momento de grande consternação, em nome do presidente Helvécio de Brito Maia Neto, dos demais membros e de seus servidores, o Tribunal de Justiça do Tocantins (TJTO) externa sua solidariedade a todos os familiares, amigos e admiradores de Dona Aureny, rogando a Deus que traga conforto ao coração de todos.

"Foi uma mulher digna de todo nosso respeito, uma porção importante da formação histórica do nosso Estado, resultou das ações dela. Foi uma mulher de fibra, respeito, coragem e caráter. Que Deus, em sua infinita misericórdia e bondade, a receba no mundo celestial, e conforte os seus familiares", destacou o desembargador Maia Neto.

Comunicação TJTO