Parceria Solidária - Indígenas venezuelanos refugiados em Araguaína são atendidos pela campanha

Teve início nesta quarta-feira, 16, no interior do Estado, a entrega de cestas básicas com alimentos e itens de limpeza e higiene, adquiridas por meio da campanha Parceria Solidária. A distribuição das cestas começou com famílias venezuelanas que se encontram refugiadas em Araguaína, no Norte do Estado. O grupo é formado por cerca de 80 pessoas distribuídas em 17 famílias da etnia Warão.

A “Parceria Solidária” é uma iniciativa do Tribunal de Justiça do Estado do Tocantins (TJTO) realizada em conjunto com a Defensoria Pública do Estado do Tocantins (DPE-TO), Ministério Público do Estado do Tocantins (MPTO), e Tribunal de Contas do Estado (TCE), com o apoio das associações e sindicatos de membros e servidores de cada órgão.

Por meio de doações feitas voluntariamente por membros e demais profissionais dos órgãos e entidades parceiros, cestas básicas são adquiridas para serem entregues a entidades sociais sem fins lucrativos e/ou a famílias carentes, que se viram em situação ainda mais difícil devido aos efeitos econômicos e sociais da pandemia de covid-19.

Cada cesta doada possui 12 itens. A escolha dos alimentos segue orientação de um nutrólogo do TJTO a fim de garantir ainda mais qualidade e segurança nutricional.

Em Araguaína, a entrega das cestas básicas ao grupo de refugiados foi feita pela gerente de Núcleo da DPE-TO em Araguaína, Rozani Chavier Dias, e pelo servidor do Ministério Público do Estado do Tocantins (MPTO) Marlon Vergilio de Souza, que representaram a coordenação da ação e, na ocasião, o Comitê Gestor Interinstitucional do Programa Parceria Solidária. Outras 

dez cestas básicas serão entregues no Município para outras comunidades que serão definidas pela direção do Fórum no Município.

Vulnerabilidade social

A entrega dos kits de alimentos e itens de limpeza aos venezuelanos refugiados foi sugerida pela Defensoria Pública, que os acompanha a fim de garantir aos homens, mulheres e também crianças do grupo, o acesso a direitos fundamentais.

Conforme o defensor público Pablo Mendonça Chaer, que atua junto a essas famílias por meio do Núcleo Especializado de Defesa das Minorias e Ações Coletivas (Nuamac) de Araguaína, em atuação conjunta com os Ministérios Públicos Federal e do Trabalho, o grupo de refugiados é formado por pessoas em situação de extrema vulnerabilidade.

Balanço parcial

Conforme informações divulgadas pelo TJTO, na primeira etapa da Campanha, com as doações recebidas em abril, foram adquiridas 400 cestas, encaminhadas para entidades sociais de Palmas.

Já as doações feitas em maio permitiram a aquisição de 510 cestas básicas. Destas, 240 foram destinadas a instituições da Capital na última sexta-feira, 11. Outras 150 estão sendo entregues em municípios do interior do Estado.

Desta forma, além das famílias que residem em Araguaína, atendidas nesta terça-feira, 16, haverá, nos próximos dias, a entrega para famílias e entidades de Guaraí, Pedro Afonso, Tocantinópolis e Araguatins.

As arrecadações da Campanha continuam a fim de realizar nova etapa de entrega das doações. Cada órgão e entidade parceira definiram as formas para que seus membros, servidores e demais profissionais possam ajudar com doações.

Atuação conjunta

A campanha Parceria Solidária conta com o apoio e a parceria das seguintes entidades: Associação dos Magistrados do Estado do Tocantins (Asmeto), a Associação Tocantinense do Ministério Público (ATMP), a Associação dos Servidores Administrativos do Ministério Público (Asamp), a Associação dos Servidores do Tribunal de Contas do Estado (Astec), o Sindicato dos Servidores do Tribunal de Contas do Estado do Tocantins (Sinstec), a Associação das Defensoras e Defensores Públicos do Estado do Tocantins (Adpeto), e o Sindicato dos Servidores da Defensoria Pública do Estado do Tocantins (Sisdep).

Doação no TJTO continua

Cada órgão e entidade parceira definiram as formas para que seus membros, servidores e demais profissionais possam ajudar na Campanha com doações. No TJTO, magistrados e servidores efetivos, comissionados e cedidos do TJTO, que desejam aderir ao Programa Parceria Solidária e doar no mês de junho, têm o prazo máximo para realizar seus cadastros até às 23h59, do próximo dia 22/6 (terça-feira).

Quem desejar exercer sua solidariedade é só acessar o Portal Egesp https://gestaodepessoas.tjto.jus.br/portal/servidor/inicio, clicar na aba "Doação Aux. Alimentação TJTO", no valor que deseja doar e, na sequência, em "Cadastrar Doação. Os valores começam a partir de R$ 85,00 e podem chegar a até 100% do Auxílio Alimentação.

A iniciativa resultará na compra de cestas básicas a serem distribuídas para famílias carentes de Palmas e do interior, as mais afetadas pela pandemia que assola o Tocantins, o Brasil e o mundo.

Cléo Oliveira / Comunicação DPE-TO

Comunicação TJTO