A doação de 1.076 kg de carcaças de toners à Cooperativa de Produção de Recicláveis do Tocantins (Cooperan) pelo Tribunal de Justiça do Tocantins marca o encerramento do Mês do Meio Ambiente, comemorado anualmente pelo Judiciário tocantinense.

A ação, que fora realizada pela Diretoria Administrativa (Diadm), por intermédio da Coordenadoria de Gestão Socioambiental e Responsabilidade Social (Cogersa), evita que esses materiais tóxicos sejam lançados na natureza e ajuda a colocar em prática a execução do Plano de Logística Sustentável do Poder Judiciário do Tocantins.

Repercussão

A doação desse tipo de material a uma cooperativa de materiais recicláveis é um meio de realizar o descarte ambientalmente consciente das carcaças de toner e gerar fonte de renda aos catadores de resíduos que a integram.

A entidade contemplada está legalmente habilitada para o recebimento de toner e possui termo de compromisso firmado com o TJTO, mediante edital de credenciamento.

A ação contribui ainda para o cumprimento de Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da Agenda 2030 da ONU pelo TJTO, em especial, o ODS 8, que visa promover o crescimento econômico sustentado, inclusivo e sustentável, emprego pleno e produtivo, trabalho decente para todas e todos.

Agenda 2030

O Poder Judiciário brasileiro é signatário da Agenda 2030, um pacto global da Organização das Nações Unidas (ONU), que incentiva as “ações ambientalmente corretas, economicamente viáveis e socialmente inclusivas”.

Comunicação TJTO

Fotos: Divulgação