Na manhã desta quinta-feira (23/6), o presidente do Tribunal de Justiça do Tocantins, desembargador João Rigo Guimarães, entregou aos Centros Judiciários de Solução de Conflitos e Cidadania (Cejusc) das comarcas de Palmas, Araguaína e Gurupi os novos veículos do projeto Justiça Móvel, uma iniciativa do Poder Judiciário, desde 2007, que está disponível através do número de telefone 159, para resolução de questões simples relacionadas a acidentes no trânsito e que podem ser resolvidas através de acordos sem a necessidade da situação se transformar em ações judiciais.

Os novos veículos irão substituir os carro antigos, que irão a leilão. As três Vans Sprinter contam com placas de energia solar, gerador próprio, ar condicionado e plataforma elevatória de acessibilidade.

“Além de otimizar custos, proporcionando mais economia, os novos veículos irão trazer mais segurança, conforto e dignidade aos servidores no desempenho das atividades e aos jurisdicionados que precisam de atendimento por parte do Poder Judiciário”, ressaltou o presidente João Rigo.

A cerimônia de entrega dos veículo contou com as presenças dos magistrados (as): Nilson Afonso da Silva, que coordena o Cejusc da Comarca de Gurupi; Silvana Maria Parfieniuk, que coordena o Cejusc da Comarca de Palmas; Flávia Afini Bovo, Diretoria do Fórum de Palmas; e Manuel de Faria Reis Neto, juiz auxiliar da presidência do TJTO. O diretor-geral do TJTO, Jonas Demóstene Ramo, também presenciou o evento ao lado dos diretores Tião Pinheiro (Comunicação) e Rogério José Canalli (Infraestrutura e Obras) e a chefe de gabinete da presidência do TJTO, Kênia Cristina.

Frota

Na oportunidade, o diretor administrativo do TJTO, Ronilson da Silva, apresentou ao presidente outros dois furgões que atenderão ao setor administrativo. Além disso, uma caminhonete Trailblazer, para atender as demandas da pauta de Regularização Fundiária, também foi entregue.

Projeto Justiça Móvel

Qualquer cidadão envolvido em acidentes de trânsito sem vítimas pode acessar o serviço, que é de graça. Basta ligar para 159, que uma equipe de conciliadores vai ao local do acidente e auxilia no entendimento entre as partes envolvidas, fazendo valer direitos e assegurando a cidadania. Não havendo consenso, a equipe da Unidade Móvel efetua a apuração do acidente, encaminhando os autos para o juizado competente. É importante ressaltar que a Polícia Militar também deve ser acionada pelas partes envolvidas, antes mesmo do acionamento da Justiça Móvel. Além do 159, o serviço pode ser consultado pelo WhatsApp, por meio o telefone (63) 98457-4002. O atendimento pode ser solicitado de segunda à sexta-feira, em Palmas das 12 às 18 horas, em Araguaína  das 7h30 às 19h30 e em Gurupi das 7 às 19 horas. 

Texto: Samir Leão 

Fotos: Elias Oliveira

Comunicação TJTO