Membros do Comitê de Governança de Tecnologia da Informação e Comunicação (CGTIC), do Tribunal de Justiça do Tocantins (TJTO), reuniram-se extraordinariamente, na manhã desta quarta-feira (24/11), de forma virtual, para tratar de pautas relativas aos planos de contratação 2021-2022 e deliberar sobre o Plano Anual de Contratações (PAC-2022), entre outros assuntos pertinentes à área de Tecnologia da Informação.

O encontro foi aberto pelo presidente do TJTO, desembargador João Rigo Guimarães, que na ocasião elogiou o trabalho desenvolvido pela Diretoria de Tecnologia da Informação (Dtinf). “É um trabalho muito importante, é o coração do processo no andamento com a comunicação com todos os segmentos da Justiça. Desejo a todos um bom aproveitamento desta reunião, bons resultados e muito sucesso a todos”, disse o presidente.

De acordo com o juiz auxiliar da presidência do TJTO, Manuel de Faria Reis Neto, o Judiciário está concentrado nos avanços do parque tecnológico do TJTO. Ele destacou, inclusive, que esta é uma recomendação recorrente do presidente desembargador João Rigo.

O diretor de Tecnologia da Informação, Ernandes Rodrigues da Silva, iniciou apresentando o organograma do CGTIC, ressaltando o bom alinhamento com o Conselho Nacional de Justiça (CNJ) na execução das atividades e uma “interação fluida entre as partes”. Quanto ao plano de contratação 2021, entre contratos renováveis, convênios, entre outros, foram realizados 71. No que se refere às fases de contratação do plano, segundo o diretor, “somadas até esta data, os 56% concluídos, com os já em andamento (41%), a previsão é chegar ao final deste ano com uma média de 76-77% concluída”, disse.

Execução orçamentária

Os membros também discutiram sobre a execução orçamentária do setor (orçamento 2021). De valor empenhado, foram R$ 18,9 milhões (56%), R$ 11,6 milhões de valor pago (34%) e com um saldo de R$ 3,3 milhões (10%). Outros processos em andamento foram debatidos, a exemplo da solução em ambiente de nuvem, solução GRP (que agrega várias ferramentas de TI) e a plataforma credilink (de consulta de dados pessoais).

De acordo com os dados apresentados, 72% do Plano de Capacitação da Dtinf/2021 estão concluídos e 21% em andamento. Quanto ao orçamento 2022 para a área, há a previsão de R$ 22,2 milhões, com a prioridade para manutenção da infraestrutura, novas aquisições e demandas extras, ressaltando que as demandas extras não estão previstas no PAC 2022 e nem no orçamento 2022. Uma próxima reunião está agendada para o próximo dia 1º de dezembro.

Presenças

Participaram da reunião o juiz auxiliar da presidência do TJTO, Manuel de Faria Reis Neto; o juiz Rodrigo da Silva Perez Araújo, coordenador do CGTIC; o diretor-geral do TJTO, Jonas Demóstene Ramos; o diretor Judiciário/TJTO, Wallson Brito da Silva; o coordenador de Gestão Estratégica e Estatística e Projetos, João Ornato Benigno Brito; o diretor de Gestão de Pessoas, Antônio José Ferreira de Rezende; Lily Samy, representante da Esmat; e a assessora da TI, Alice Setubal.

Composição CGTIC

A Portaria nº 1889/2021, de agosto de 2021, designou os seguintes membros do CGTIC: desembargador João Rigo Guimarães (presidente); e como membros a desembargadora Etelvina Maria Sampaio Felipe, corregedora-geral da Justiça; o juiz Rodrigo da Silva Perez Araújo (coordenador); o juiz auxiliar da presidência do TJTO, Manuel de Faria Reis Neto; o juiz auxiliar da Corregedoria-Geral da Justiça, Roniclay Alves de Morais; o diretor-geral do TJTO, Jonas Demóstene Ramos; o coordenador de Gestão Estratégica e Estatística e Projetos, João Ornato Benigno Brito; o diretor de Tecnologia da Informação, Ernandes Rodrigues da Silva; o diretor de Gestão de Pessoas/TJTO, Antonio José Ferreira de Rezende; o diretor Judiciário/TJTO, Wallson Brito da Silva; e a diretora executiva da Esmat, Ana Beatriz de Oliveira Pretto.

Texto: Ramiro Bavier/Comunicação TJTO