O juiz José Carlos Tajra Reis Junior condenou Ramidielf Vieira dos Santos e Diego Dayllan Alves de Sousa por tráfico de drogas em Araguatins a uma pena que, somadas, resultam em 15 anos e seis meses de prisão. “Imperativa as condenações dos dois acusados, nos termos da denúncia, ou seja, tráfico de drogas, que tem consequências tão danosas no meio social”, ressaltou o magistrado titular da 1ª Vara Cível de Araguatins, em decisão dada na Ação Penal proposta pelo Ministério Público Estadual (MPE), no último dia 14 de setembro.

De acordo com os autos, os acusados foram pegos transportando 175g de maconha e aproximadamente 100g de cocaína. Quando abordados pelos policiais, os acusados teriam tentado se livrar do saco com as substâncias e se evadir do local, porém foram detidos em flagrante e levados para a delegacia.  

 “O simples guardar, ter a posse, ter em depósito, transportar, material tóxico, ou seja, a prática de quaisquer um dos inúmeros nucleares do tipo descrito no artigo 33, da Lei de Drogas, diante das circunstâncias, é suficiente para demonstrar o tráfico de drogas”, frisou o juiz.

Ao fazer a dosimetria da das penas, o juiz José Carlos Tajra Reis Junior condenou Diego Dayllan Alves de Sousa a oito anos de reclusão e Ramidielf Vieira dos Santos a sete anos e seis meses de reclusão, ambos em regime semiaberto inicialmente.

Confira a íntegra da decisão aqui.

Texto: Yasmin Oliveira (estagiária sob supervisão)

Comunicação TJTO