Divulgado em setembro pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ), o Índice iGovTIC-JUD apontou um novo avanço do Tribunal de Justiça do Tocantins (TJTO) em Tecnologia da Informação e Comunicação, com performance positiva na classificação geral e agora também por porte e segmento, categorias incorporadas por sugestão dos tribunais para que os critérios de avaliação dos participantes fossem balizados de forma mais paritária - estadual, federal, do trabalho, eleitoral, militar e tribunais superiores.

Consolidado a partir de um questionário respondido por 92 tribunais do País, o levantamento mostrou que o Índice iGovTIC-JUD do Judiciário tocantinense subiu quatro posições na classificação geral em 2020 (da 58ª para 54ª), evolução também apurada na consulta por porte e segmento nos quais saltou, respectivamente, de 23º para 21º (entre 37) e de 19º para 17º lugares (entre 27).
Responsável por medir o nível de cumprimento das Diretrizes Estratégicas de Nivelamento especificadas e a evolução dos indicadores da Governança, Gestão e Infraestrutura de Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC) do Judiciário, o índice saltou de 0,71 em 2019 para 0,76, mantendo o TJTO no nível de maturidade “Aprimorado”, mas agora mais próximo do topo, que é o de “Excelência”, sendo que há ainda os níveis “Baixo” e “Satisfatório”.

Dimensões de excelência

Ainda segundo o levantamento do CNJ, o TJTO ampliou de uma para três as dimensões nas quais alcançou o nível de excelência na comparação com o ano passado, mantendo o nível em “Sistemas, Integração e Nivelamento” (0,96), dentro do domínio Infraestrutura de TIC, resultado da aquisição de solução de videoconferência e implantação da Solução de Business Intelligence (B.I), entre outras ações levadas a efeito pela Diretoria de Tecnologia da Informação (Dtinf).
Já em relação às dimensões “Estruturas, Macroprocessos e Processos” (0,92) e “Políticas e Planejamento” (0,90), ambas sob o domínio Governança e Gestão de TIC, as principais ações de aprimoramento foram, respectivamente, de mapeamento dos Processos de Software, mapeamento de Processos de Governança e Gestão e mapeamento dos processos de Gerenciamento de Serviços de TIC, realizadas pela Coordenadoria de Gestão Estratégica, Estatísticas e Projetos (Coges-TJTO).

Novos investimentos

“Vanguarda no país quando se trata de processo eletrônico, nosso Judiciário tem a tecnologia da informação como um dos seus pilares fundamentais para o aprimoramento da prestação jurisdicional aos tocantinenses”, ressaltou o presidente do Tribunal de Justiça do Tocantins (TJTO), desembargador Helvécio de Brito Maia Neto, lembrando que parte dos R$ 7 milhões economizados durante a pandemia será investida no setor.

Texto: Marcelo Santos Cardoso / Foto: Rondinelli Ribeiro

Comunicação TJTO