De pequeno porte, classificada no grupo de 1ª entrância, a Comarca de Itacajá recebeu nesta quinta-feira (8/10) o Projeto Justiça Cidadã, fechando a rota desta semana. Na unidade, o evento teve um ar ainda mais próximo e aconchegante, com o grupo de servidores participando de um bate-papo com o presidente do Tribunal de Justiça do Tocantins (TJTO), desembargador Helvécio de Brito Maia Neto. A conversa também contou com a participação do juiz Kilber Correia Lopes, atualmente magistrado substituto responsável pela Comarca. “O Justiça Cidadã é um Projeto interessante para que o juiz se aproxime da sociedade, do jurisdicionado, para compreender os interesses locais de cada comarca”, avaliou.

Foco na sociedade

O presidente do TJ explicou que, já nos primeiros dias desta gestão, em fevereiro de 2019, foi anunciado formalmente que o foco estaria centrado numa Justiça mais cidadã. “Buscamos voltar o nosso olhar de forma mais sensível para a sociedade, com o objetivo de atender cada vez melhor o nosso cliente, que é o cidadão”, ressaltou ao falar sobre o Projeto Justiça Cidadã, que teve início em 2019 e já atendeu mais de 7 mil pessoas, entre magistrados, servidores, integrantes do Sistema de Justiça e a população em geral.

Maia Neto também falou sobre os cuidados que o Judiciário vem tendo com a saúde de todos neste período de pandemia da Covid-19. “Desde o início atuamos com muito cuidado e responsabilidade, visando a segurança dos magistrados e servidores. Realizamos a sanitização dos fóruns, com disponibilização de álcool gel, tapete sanitizante, medidor de temperatura, máscaras. Adquirimos ainda testes rápidos que identificam se o servidor está ou se já teve o vírus da Covid-19 e realizamos processo seletivo para a contratação de um médico infectologista”, detalhou o desembargador ao falar das medidas já tomadas pelo TJTO.

Durante a conversa, que também contou com a participação da chefe de gabinete da Presidência, Glacielle Torquato, foram apresentadas evoluções promovidas pela administração para garantir melhorias à prestação dos serviços da Justiça ao cidadão. A aquisição do sistema de videoconferência foi citado como um marco tecnológico que trará muitas facilidades na realização de audiências virtuais, dentre outras demandas.

TJTO perto da realidade

Representando a Ordem dos Advogados do Brasil, seccional Tocantins, o advogado da região Guilherme Moreira Rodrigues ressaltou o trabalho realizado pela comarca e a importância do Tribunal de Justiça visitar o interior e conhecer de perto a realidade e suas necessidades.
Na oportunidade, a chefe de gabinete ainda informou a todos os servidores que já está em julgamento pelo Conselho da Magistratura o edital de remoção de magistrado, o que deve resultar na titularização de um novo juiz para a comarca.

Homenagens e sustentabilidade

Durante o encontro, o presidente do TJTO, desembargador Maia Neto, homenageou o juiz Kilber Lopes com o Medalhão dos 30 anos do Poder Judiciário do Tocantins, pela dedicação à prestação jurisdicional. O magistrado também assinou o Pacto pela Sustentabilidade, um compromisso da Comarca com o cumprimento do Plano de Logística Sustentável (PLS), executado no Poder Judiciário do Tocantins por meio do Projeto TO Sustentável. O Pacto também é assinado pelo presidente do TJTO, desembargador Maia Neto, e pela desembargadora Ângela Prudente, presidente da Comissão Gestora do PLS.

Capacitação de servidores

Ainda dentro da programação do Justiça Cidadã, os servidores de Pedro Afonso participaram da Roda de Conversa com o presidente do TJTO e com a chefe de gabinete da Presidência do TJTO, Glacielle Torquato, além de palestras sobre as rotinas de trabalho. Sustentabilidade e o gerenciamento consciente dos recursos foi o tema apresentado pelo servidor do Núcleo de Gestão Socioambiental (Nuges) Júlio César Oliveira. O coordenador de Gestão Estratégica do TJ, Wallson Brito, falou sobre Planejamento Estratégico do Judiciário para os próximos seis anos, e as servidoras Kellen Stakoviak e Juliane Fernandes orientaram os servidores sobre movimentação processual e Eproc Nacional.

Ainda neste mês de outubro está prevista a passagem da caravana do Justiça Cidadã pelas as comarcas de Xambioá, Wanderlândia, Arapoema, Colinas do Tocantins e Porto Nacional.

Texto: Kézia Reis / Fotos: Rondinelli Ribeiro
Comunicação TJTO