O retorno ao trabalho presencial no Fórum da Comarca de Paranã, nesta semana, obedecendo às diretrizes da Portaria Conjunta nº 23 - TJTO, foi marcado pelo mutirão de audiências previdenciárias realizadas por videoconferência.

O mutirão virtual teve à frente o titular da Comarca, juiz Márcio Soares da Cunha, que comandou as audiências de Palmas, e contou ainda com o advogado Iran Aguiar, que participou de sua residência. As partes e testemunhas utilizaram lan house da cidade para participar da videoconferência e, no fórum, somente as servidoras Ana Lúcia e Jaqueline, respeitando assim o distanciamento social. O cronograma do mutirão prevê ainda a realização de mais 30  audiências, neste mês de julho.

As audiências estão sendo realizadas através da plataforma Cisco Webex, disponibilizada pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ) aos tribunais de todo o País e são respaldadas pela Portaria Conjunta nº 9/2020, da Presidência do Tribunal de Justiça e Corregedoria Geral da Justiça do Tocantins, neste período de pandemia do novo Coronavírus.

Texto: Mara Roberta

Comunicação TJTO