Aconteceu nesta segunda-feira (13/7) o retorno de 25% dos servidores do Poder Judiciário do Tocantins ao trabalho presencial, no período das 12 às 18 horas. Conforme definido pela Portaria Conjunta Nº 23/2020 da Presidência do Tribunal de Justiça do Tocantins (TJTO) e da Corregedoria Geral de Justiça, o cronograma prevê que, até o próximo dia 1º de setembro, todo o corpo funcional terá retomado as atividades presenciais. 

Com todos os prédios do Poder Judiciário passando por sanitização dos seus espaços, os servidores receberam quatro máscaras cada um e tiveram que medir a temperatura, através de termômetro digital ao entrar na sede do TJTO e das Comarcas.

Também foi disponibilizado, em todos os prédios, barreiras sanitárias, entre as quais tapetes com produtos sanitários para higienização dos pés, totem com álcool em gel e material publicitário de orientação e prevenção à pandemia da Covid-19 em locais estratégicos.

Todos esses procedimentos e ações seguem o estabelecido na Portaria Conjunta Nº 23/2020, publicada no último dia 1º de junho, observando, entre vários pontos,  ações necessárias para prevenção de contágio pelo novo coronavírus, previstas na Resolução nº 322, de 1º de junho de 2020, do Conselho Nacional de Justiça (CNJ).

Para que tudo ocorra da melhor forma possível, a chefe do Espaço Saúde do TJTO, a médica Elaine Ferreira, orientou os servidores sobre as medidas que serão adotadas e reforçou que todas elas são preconizadas pelos órgãos de saúde, respeitando e avaliando a situação epidemiológica de cada comarca do Estado.

“Para que tudo ocorra da melhor forma possível, é fundamental cada um fazer a sua parte, é uma autorresponsabilidade, é cuidar de si e do outro. Com essas medidas, teremos uma retomada segura”, destacou a médica.

Servidores

“Eu estou feliz por ter voltado. Com tantas pessoas passando necessidade, temos a oportunidade de estar aqui trabalhando, reencontrar os colegas, sendo bem recebidos com todos os cuidados. Sinto-me segura e percebi a preocupação da gestão com todos nós” ressaltou a servidora Erika Fernandes.

“Aqui no nosso setor estamos fazendo o revezamento. Creio que esse retorno vai começar devagar, mas estou confiante que seguindo as orientações vai dar tudo certo”, afirmou a servidora da Diretoria Judiciária Juliane Fernandes.

As recepcionistas do TJTO e das Comarcas estão controlando o acesso, permitindo a entrada dos usuários internos e usuários externos  - membros do Ministério Público, advogados, defensores públicos, partes, testemunhas   e   autoridades   policiais -,   com   exceção   dos   cidadãos   em   geral,  cuja permissão passará a valer a partir do dia 1º de setembro, como estabelece §3º do Art. 4º da Portaria Conjunta nº 23/2020.

Texto: Gabriela Almeida

Fotos: Rondinelli Ribeiro