“Fica aqui o meu agradecimento aos servidores e magistrados que comparecerem a nossa convocação, tenho certeza que todos sairão daqui conhecendo ainda mais o processo e o nosso Tribunal”, pontuou o presidente do TJTO, Helvécio de Brito Maia, no encerramento da reunião sobre eproc nacional e cumprimentos de metas, na tarde desta sexta-feira (24/1).

O presidente reiterou ainda seu empenho com as unidades, na ocasião. “Gostaria de reafirmar meu compromisso de priorizar o primeiro grau. Apesar das movimentações que fizemos em 2019, se depender dos projetos da presidência, nosso propósito é manter o status que o CNJ propõe, buscando o selo diamante e garantindo excelência aos serviços prestados ao cidadão”, esclareceu.

Durante a tarde, a servidora Kellen Stakoviak, ministrou uma palestra a respeito das movimentações processuais equivocadas na plataforma, “aproveitando o encontro de hoje para a apresentação do eproc nacional, o presidente e o corregedor propuseram apresentar as principais movimentações processuais que estavam impactando negativamente no cumprimento das metas nacionais” explicou ela. “Foram repassadas para os magistrados e servidores algumas pontuações específicas em relação à importância de se observar a movimentação processual correta”.

Ao final do evento, os magistrados ainda se reuniram para a apresentação do Núcleo de Monitoramento do Perfil de Demandas (NUMOPEDE), que visa dar celeridade à prestação jurisdicional em unidades da justiça de primeiro grau, tanto na prolação de despachos e sentenças, quanto na adoção de outras intervenções, como a presidência de audiências e a realização de juris.

Texto: Júlia Fernandes

Comunicação TJTO