Reafirmar a importância da participação dos usuários na prestação dos serviços públicos é um dos objetivos do Seminário Controle Social, Ética e Serviço Público, cujas inscrições para as mil vagas disponibilizadas - 180 vagas para a Capital e 820 distribuídas entre as outras 41 comarcas - começaram no último dia 6 e estão abertas até o dia 25 de junho para magistrados e servidores do Poder Judiciário, além de operadores do Direito, estudantes e sociedade em geral. Promovido pela Ouvidoria do Tribunal de Justiça do Tocantins (TJTO), o seminário, com carga horária de 4 horas e freqüência registrada eletronicamente, será realizado presencialmente no auditório da Escola Superior da Magistratura Tocantinense (Esmat), em Palmas, com transmissão simultânea para as telessalas das comarcas.

Mestre em Administração pela UniHorizontes e MBA em Estratégia de Gestão pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), entre outros títulos, Professor Alan Barros Bitar irá comandar o curso, cuja grade inclui Conceito Básicos, como ética, política e direito; Ética da Vida Pública, que aborda, entre outros tópicos, a vida pública e a esfera privada: o Estado; e ainda Conduta no Serviço Público, abordando temas como Ouvidorias como ferramenta de controle social.    

Texto: Marcelo Santos Cardoso / Foto (divulgação)

Comunicação TJTO

Faça sua inscrição aqui

Veja o edital aqui