“Seria uma grande oportunidade aprender no Programa de Residência e ainda ter acesso a uma Pós-Graduação em Prática Judiciária da Esmat”, afirmou Ludmila Oliveira de Castro, logo após participar do processo seletivo para o Programa de Residência conhecido como (PRjud), realizado pelo Tribunal de Justiça e a Escola Superior de Magistratura Tocantinense (Esmat), neste domingo (10/2).

As 72 vagas oferecidas serão distribuídas entre comarcas do Estado. Bacharel em Direito há um ano, Ludmila, que soube do processo seletivo através do Instagram oficial do Tribunal de Justiça (TJTO), busca uma vaga para a comarca de Colinas do Tocantins. “É um divisor de águas no meu crescimento profissional, pois já obtive a experiência durante a faculdade, em um escritório de advocacia, e gostaria agora de ter experiência no Poder Judiciário”, lembrou.

Já o recém-formado Éder Jofre Victor de Castro Aguiar, de 23 anos, que veio de Porto Nacional, deseja trabalhar com juízes e aproveitar os ensinamentos da pós-graduação que a Esmat está proporcionando.

O programa visa a preparar os recém-formados em Direito para exercer a prática judiciária com maturidade profissional, além de oferecer oportunidades de aperfeiçoamento a profissionais que atuarão no sistema de justiça do Estado do Tocantins, contribuindo para a melhora na prestação jurisdicional realizada no estado.

Conforme o edital do processo seletivo, a divulgação do resultado será no próximo dia 25 de fevereiro, enquanto o prazo para a interposição de recurso ocorrerá nos dias 26 e 27 do mesmo mês. Já o resultado definitivo será publicado no dia 12 de março, no Diário da Justiça Eletrônico.

Mais informações:

- Telefone: (63) 3218-4250.

- E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. 

Texto: Natália Rezende/ Fotos: Ednan Tavares

Comunicação TJTO