As 42 comarcas do Poder Judiciário do Tocantins estão empenhadas em promover a pacificação durante a XIII Semana Nacional da Conciliação, que mobiliza o Judiciário nacional de 5 a 9 de novembro. Nos três primeiros dias de mutirão, 3.435 pessoas foram atendidas no estado, com mais de duas mil audiências realizadas. A conciliação busca pôr fim ao conflito de maneira mais ágil, de forma a satisfazer as partes.

Conforme o balanço parcial do Conselho Nacional de Justiça, no Tocantins foram realizadas 2.127 audiências de conciliação de 5 a 7 de novembro, com 320 acordos homologados e R$ 6,4 milhões em homologações tanto na fase pré-processual ou em conflitos já judicializados em primeiro e segundo grau.

Na fase pré-processual, foram realizadas 264 audiências, com 104 acordos (39,3%). As homologações somaram até agora R$129.646,08. Em outras fases do processo, foram realizadas 1.711 audiências e homologados 216 acordos. O montante negociado foi de R$ 6.306.909,82.

Ainda nos primeiros dias de mutirão, foram proferidas 11 sentenças homologatórias de transação penal e 27 composições civis. Também foram realizadas 164 ações de cidadania em todo estado.

A oitava edição da Semana Nacional da Conciliação segue até esta sexta-feira (9/11).

Texto: Natália Rezende/ Fotos: Divulgação

Comunicação TJTO