Pelas comarcas do Tocantins, as Oficinas de Parentalidade continuam disseminando a cultura da paz e do diálogo às famílias com ações na Justiça. Em Colinas, região Noroeste do estado, o Judiciário realizou a 3ª edição da iniciativa.

A ação, realizada na tarde da última quinta-feira (10/8), reuniu pais e filhos e mobilizou 15 instrutores treinados pelo Poder Judiciário e pelo Conselho Nacional de Justiça. Ao todo, participaram da oficina 23 adultos, 10 adolescentes e 12 crianças.

Durante o período de convivência, foi reservado espaço à promoção do diálogo e troca de experiências, também foram disponibilizados materiais didáticos e cartilhas com enfoque na pacificação dentro dos ambientes familiares.

A coordenadora do Centro Judiciário de Solução de Conflitos e Cidadania (Cejusc) da Comarca de Colinas, juíza Grace Kelly Sampaio, ressaltou que o interesse dos participantes nos conteúdos trabalhados. "Certamente os participantes saíram das atividades com uma visão renovada sobre como lidar com mais sabedoria nas relações parentais que envolvem o ex-casal, seus filhos, eventualmente os avós, visando principalmente o bem-estar dos filhos", disse.

 

Maria Gabriela – Cecom/TJTO

Fotos: Divulgação