Teve início nesta segunda-feira (17/11), no auditório do Tribunal do Juri do Fórum de Palmas, o Programa de Formação de Conciliadores Voluntários que atuarão como conciliadores durante as atividades da IX Edição da Semana Nacional da Conciliação, realizado pelo TJTO, por meio da Escola Superior da Magistratura Tocantinense( Esmat).
O Coordenador da Central de Conciliação de Palmas, Juiz Nelson Coelho Filho, abriu oficialmente o evento. “Desde 2008 tentamos difundir essa prática. A Conciliação e a Mediação são alternativas para resolver muitos conflitos”.
A Semana Nacional da Conciliação consiste na disponibilização de todos os recursos do Poder Judiciário do Estado do Tocantins, para auxiliar pessoas a construírem consenso sobre a desavença que as trouxeram ao judiciário, com o objetivo principal de difundir a conscientização da conciliação para a solução dos conflitos e de aproximar a sociedade da justiça.
Na oportunidade foi apresentado o vídeo de divulgação da Semana Nacional da Conciliação, produzido pela Diretoria de Comunicação do TJTO e Esmat com a participação do Juiz Gilson Coelho Valadares e a servidora Andréia Marinho, como atores voluntários.
O Coordenador Estadual do Movimento pela Conciliação, Juiz Gilson Coelho Valadares, falou sobre a importância da Conciliação Pré-processual “Um simples diálogo entre as partes resolve conflitos”. Concluiu sua fala convidando os conciliadores voluntários a “Se doem para o próximo e procurem ser assertivos na solução dos problemas”.
Dando início ao Programa de Formação de Conciliadores Voluntários ocorreu a conferência “Técnicas de Conciliação”, ministrada pela doutora em Direito Processual (USP), Fernanda Tartuce, mediadora e autora de obras jurídicas.
Os cento e vinte selecionados como conciliadores, dentre servidores, profissionais e acadêmicos das áreas do Direito, Psicologia e Serviço Social, participam da formação até dia 21 de novembro.

Semana da Conciliação
A Semana Nacional de Conciliação acontecerá, em Palmas e nas Comarcas do Interior, no período de 24 a 28 de novembro de 2014, das 8h às 18h, de acordo com a escala definida pela Central de Conciliação de Palmas.