Semana Nacional da Conciliação: Poder Judiciário do Tocantins já realizou mais de 2 mil audiências

Chega ao fim, nesta sexta-feira (1/12), a 12ª Semana Nacional da Conciliação. No Poder Judiciário do Tocantins, mais de duas mil audiências foram realizadas nos três primeiros dias de mutirão. Ao todo, os acordos somam R$ 2,2 milhões.

Cerca de 272 conciliadores e 300 servidores do Judiciário estão mobilizados a ajudar a população a resolver seus conflitos por meio do diálogo. Conforme balanço parcial do Núcleo de Permanente de Métodos Consensuais de Solução de Conflitos (Nupemec), foram realizadas 2.045 audiências de 27 a 29 de novembro e os acordos somam  R$ 2.208.996,04.

Ao todo, mais de três mil pessoas já foram atendidas nas 42 comarcas do estado e no Tribunal de Justiça. Como é o caso de Stefan Queiroz Barbosa, que vê na conciliação um caminho pacífico para resolver conflitos. “Eu acredito que a conciliação vem para agilizar os processos e também evitar que eles cheguem até o tribunal, ocasionando cansaço a ambas as partes” ressaltou. 

Para o senhor Valdomiro Antônio, também atendido durante a semana, a conciliação é importante porque evita acúmulos de processos. “A conciliação alivia a Justiça de ficar sobrecarregada com tantos processos; sem contar que quando eu faço um acordo eu poupo tempo para as partes”, afirmou.

As audiências de conciliação, em 1º e 2º graus, são realizadas em todos os tribunais brasileiros com o objetivo de fomentar a utilização de métodos consensuais de resolução de conflitos. Durante a semana, foram priorizados conflitos em fase pré-processual e ações judiciais com possibilidade de acordo entre as partes.

Sthefany Simão - Cecom TJTO

Foto: Rondinelli Ribeiro - Cecom TJTO