O Poder Judiciário do Tocantins fechou o primeiro trimestre de 2017 com bons resultados na produtividade. Nos três primeiros meses do ano, foi reduzido em mais de seis mil o número de processos, em primeiro grau, no sistema e-Proc/TJTO. Em relação à Meta 1, houve aumento de 17,3% na produtividade neste mesmo período, em relação ao ano passado.

De janeiro a março, 42.405 ações deram entrada, em primeiro grau, no Judiciário tocantinense; 48.731 foram baixadas. "A nossa produtividade superou a entrada em 6.326 processos. Julgamos mais do que entrou, reduzindo o acervo", ressaltou o juiz auxiliar da presidência do Tribunal de Justiça do Tocantins, Adriano Gomes.

 Em relação à Meta 1, que trata da produtividade e estipula que os tribunais julguem uma quantidade maior de processos de conhecimento do que os distribuídos no ano corrente, o Tocantins terminou o primeiro trimestre com 18.302 processos julgados em primeiro grau, o que representa 17,3% a mais do que o alcançado no mesmo período de 2016. "Esse balanço é positivo porque mostra que houve um aumento da produção em relação ao ano anterior e reforça a importância do pacto pela produtividade", ressaltou o juiz auxiliar.

 

 

1º trimestre

Entrada

Saída

Balanço

Processos geral

42.405

48.731

 6.326 baixados

 

 

1º trimestre - Meta 1

2016

2017

Balanço

Processos julgados/Justiça comum

12.968

15.171

16,9% de aumento

Processos julgados/Juizados Especiais

2.624

3.131

19,3% de aumento

Total

15.592

18.302

17,3% de aumento

 

Paula Bittencourt - Cecom TJTO

 Foto: Rondinelli Ribeiro