Processo é um conjunto de atividades interdependentes, ordenadas no tempo e espaço de forma encadeada, com objetivo, início e fim claramente identificados, e que possibilitam uma estrutura para a ação. Segundo Harrington (1993): “É um grupo de tarefas interligadas logicamente, que utilizam recursos da Organização para gerar os resultados definidos, de forma a apoiar os seus objetivos”.

O processo de trabalho é mais uma perspectiva da análise de uma organização, que concretiza a integração com os ambientes internos e externos que estão em constante transformação. A gestão de processos é um meio utilizado como fator de transformação e mudança organizacional.

A metodologia adotada para gestão dos processos de trabalho no Poder Judiciário do Estado do Tocantins busca promover o sincronismo organizacional, desde a formulação da estratégia até a apresentação do resultado à sociedade.

A ferramenta utilizada é o BPMN (Business Process Model and Notation) que é uma notação gráfica mantida pela OMG (Object Manager Group), e que tem por objetivo prover uma gramática de símbolos para mapear todos os processos de trabalho de um Órgão.

No processo as entradas sofrem uma transformação, através de um processamento, gerando saídas diferenciadas. E essa diferenciação se dá com o resultado esperado, produzido por uma série de tarefas.

As atividades geralmente são interfuncionais ou interorganizacionais que trabalham juntas para criar um produto ou serviço final. Elas se apresentam na forma sequencial e são desempenhadas por sistemas ou por uma unidade (pessoa ou departamento), para produzir um resultado particular.

Nesse sentido, o escritório de processos foi instituído com objetivo de gerenciar os processos de trabalho, onde ocorrem as transformações e mudanças, a fim de promover o alcance da missão do Poder Judiciário. O gerenciamento de processos de trabalho possibilita o acompanhamento da mudança organizacional, quando necessária, e visa assegurar a excelência dos serviços prestados pela organização.

Para tanto, observa-se as variáveis do ambiente, necessidades e tendências das operações, bem como a renovação das estratégias.

A atuação integrada entre a gestão estratégica e o gerenciamento de processos é fator determinante para o sucesso das organizações.

ONDE ESTOU